Cabo da Boa Esperança – Cidade do Cabo

O Cabo da Boa Esperança, de que tanta gente já ouviu falar, é uma península no sul do continente africano que foi contornada pela primeira vez em 1488, por Bartolomeu Dias. O lugar também é conhecido como “Cabo das Tormentas”, devido à grande quantidade de tormentas e ventos presentes na região.

No Cabo da Boa Esperança está Cape Point, o ponto mais a sudoeste da África. Ao conhecer Cape Point, você verá dois picos e, em um deles, mais ao alto, está um belo farol, datado de 1860. Não deixe de subir até o farol e apreciar a vista que se tem lá de cima, que é espetacular – o local pode ser conhecido por meio de caminhadas (cerca de 15/20 minutos por escadas) ou a partir de um funicular (pago). Apesar de o farol localizado no pico mais alto de Cape Poit ser um dos símbolos do lugar, ele não está em funcionamento, pois as nuvens acabam por cobri-lo muitas vezes, e com isso ele se torna ineficiente para ajudar a navegação dos navios que por ali passam. Um novo farol foi construído em um nível mais próximo do mar – esse, sim, usado pelos navios. 

Outro ponto que não pode passar em branco ao conhecer a pesínsula é a placa do Cabo da Boa Esperança, onde todo mundo faz uma parada para tirar fotos e apreciar a praia que há ali. Toda a área é muito bonita, com muitas plantas, mar estonteante e vários animais vivendo livremente. Essa área faz parte do Parque Nacional Table Mountain, que inclui outros pontos turísticos da Cidade do Cabo, todos com uma característica em comum: uma beleza natural que impressiona pessoas de todas as partes do mundo.

Cuidado

Ao conhecer o Cabo da Boa Esperança, é importante tomar cuidado com os babuínos, que podem ser agressivos e dar sustos nas pessoas. Eles aprenderam a abrir carros e a roubar bolsas, por exemplo, por isso evite o contato. Não caminhe pelo parque enquanto come, porque comida chama a atenção desses animais. 

Para chegar ao lugar você pode contratar passeios com agências turísticas ou alugar um carro. Recomendamos fazer o passeio de um dia completo pela península e, assim, passar por vários pontos turísticos. 

Comentar via Facebook

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *