O Reveillon no Rio de Janeiro

Estava hospedada em Copacabana, o que facilitou muito a logística. Pois no dia 31/12 as ruas próximas à praia fecham para o acesso de carro.  Conhecidos que se hospedaram um pouquinho longe tiveram que se arrumar bem antes e já vir para a praia se instalar muito antes do horário da virada. Ou há a possibilidade de se aventurar a pegar taxi, o que é muito arriscado, porque ou pode ficar preso no transito ou sequer conseguir pegar taxi, visto que os taxistas também têm família e amigos e já estão em clima de festa.

Mas voltando a minha experiência, curtimos o dia pela a rua, o fim do dia na praia, voltamos para o apartamento no fim do dia, descansamos e nos arrumamos com calma. Comemos lentilha e uva, como manda o costume. Separamos a champagne e saímos rumo a praia. Estávamos a uma quadra da praia.

Ao sair na rua nos deparamos com uma espécie de arrastão, vários garotos correndo e a polícia correndo atrás, e 4 deles foram contidos pela polícia, isso já valeu para nos deixar espertos do tipo “Hello, vocês estão no Rio de Janeiro”. Depois disso tudo foi muito tranquilo.

Ficamos no calçadão, ao lado da estátua de Carlos Drummond de Andrade, esperando dar 00h. Realmente a queima de fogos em Copacabana é bem bonita, ainda mais porque sempre passa esta imagem na TV. Saber que está ali, vivendo aquele momento é incrível. Além disso, este ano foi ainda mais especial, pois era preparatório para as olimpíadas.

E começa a contagem regressiva:

três

Contagem regressiva….Três..

dois

…Dois..

um

…um…

ano novo

…feliz ano novooooo…

espetaculo de fogos...

espetaculo de fogos…

multidão de branco na orla de Copacabana

multidão de branco na orla de Copacabana

 

Após assistir aos fogos, fui até o mar, pular as 7 ondas e retornamos ao apartamento. Haviam shows de artistas famosos no palco que é montado na orla em frente ao Hotel Copacabana Palace, mas não dava para ficar vacilando pela rua. Não me sentia segura e preferimos curtir de dentro do apartamento. Tínhamos uma janela enorme, com uma vista boa e uma vibe boa dentro de casa. Então curtimos assim noite a dentro. E assim nesta ótima vibe iniciou meu 2016.

Encerro o post com a citação de uma frase de Drummond que acho incrível e que cabe muito para o momento e a situação que vivi, ainda mais passando a virada ao lado da estatúa do próprio:

“Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente.”

 

IMG_4504

A única foto que consegui tirar minha =S

 

OBS: Falando de dica de look… O calor é absurdo, serio! Então o primeiro conselho é, use algo confortável e fresco: saia, shorts, vestidos e blusinhas são muito bem-vindos! É orla da praia, pé na areia, então não tem necessidade de salto, nem seria confortável. Além disso, (paranoia da minha parte ou não) mas juro que pensei que ali havia uma multidão de pessoas e que esteja sujeito a ter confusão, arrastão e correria, então o ideal é ir de chinelo ou com uma sandália que amarre atrás. Que fique bem preso no seu pé caso precise correr. Pode ter gente que ache loucura, mas eu acho valido deixar o alerta : )

Comentar via Facebook

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *